FESTA LITERÁRIA  

COTIDIANO LEITOR 

Sobre o evento 

Cotidiano Leitor traz a I Festa Literária com diversas ações culturais gratuitas.

Escrita feminina, literatura afro-indígena e livro ilustrado são os temas macros escolhidos para inaugurar a I Festa Literária do Cotidiano Leitor. Serão três dias intensos de evento, de 15 a 17 de novembro, no Museu Oscar Niemeyer, com uma série de experiências literárias. Entre as atividades estão programadas uma feira do livro, oficinas, workshop, exposições, sarau literário, leitura de poemas, narração de histórias, performance, roda de leitura e diálogos com autores e ilustradores premiados e reconhecidos internacionalmente. Todas as atividades são gratuitas.

A realização da Festa Literária é do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Comunicação e da Cultura, com a produção executiva do Instituto Dom Miguel e apoio de prefeituras municipais da cultura, educação e assistência social. O evento faz parte do Projeto Cotidiano Leitor, criado para espalhar histórias na rotina das cidades por meio de ações de estímulo à leitura e do acesso ao livro. As atividades são baseadas no Plano Estadual do Livro, Leitura e Literatura (PELLL), que busca promover a democratização do acesso ao livro, estimular o interesse por narrativas literárias e formar uma sociedade leitora.

Diálogos com autoras e autores:

 

Sempre as 16h no Auditório Poty Lazzarotto

 

 

 

ESCRITA FEMININA: LUGAR DE ESCUTA E LUGAR DE FALA 

COM ELISA LUCINDA E MARINA COLASANTI 

Marina Colasanti, uma das mais premiadas escritoras brasileiras e detentora de vários prêmios Jabutis, e a poeta, atriz, jornalista e cantora brasileira Elisa Lucinda, com diversos livros publicado e atuação no teatro cinema e televisão estão entre os destaques no primeiro dia de evento.

15

NOV

DISCURSOS DA IMAGEM NA LITERATURA INFANTIL BRASILEIRA 

COM ODILON MORAES E ROGER MELLO

Os premiados ilustradores Odilon Moraes e Roger Mello debaterão sobre as formas de discursos da imagem na Literatura Infantil Brasileira. 

16

NOV

LITERATURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA

COM CIDINHA DA SILVA E DANIEL MUNDURUKU 

Daniel é filho do povo indígena Munduruku e como educador social e ativista ministra palestras e seminários destacando o papel da cultura indígena na formação da sociedade brasileira. Cidinha possui forte engajamento com a causa negra e com questões ligadas às relações de gênero.

17

NOV

Outros destaques:


Entre as diversas ações culturais programadas estão as exposições de fanzine e de tapetes de autoria de alunos dos Centros de Socioeducação (Censes). Estes centros foram criados pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e atuam com o objetivo de ajudar os adolescentes em conflito com a lei, que cumprem medidas socioeducativas. Eles desenvolvem atividades educacionais e têm ações de qualificação profissional.

Também faz parte da programação o workshop Escrita Independente em tempos de internet e diversas oficinas. Entre elas: Confecção de Personagens de papel; Ilustração para adultos; Origami; Criação de Personagens; Educação Inclusiva e Literatura Infantil Juvenil; Música; Pintura e Ilustração; Bonecas Abayomi; Criação Literária; e Autoedição.

institutodommiguel@gmail.com

Telefone: 55 (41) 3205-4346

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now